Abilio vê confissão de culpa do governo Lula após cancelamento do leilão de arroz

Abilio vê confissão de culpa do governo Lula após cancelamento do leilão de arroz

Parlamentar reforça apoio à proposta de CPI pelo Congresso Nacional [Foto – Mário Agra]

O deputado federal Abilio Brunini (PL-MT) avalia que a decisão do governo Lula de suspender o leilão para compra de arroz importado confirma as irregularidades denunciadas pela oposição, aumentando a suspeita de corrupção no Ministério da Agricultura.

“A intenção nunca foi abastecer o mercado interno para reduzir preços e favorecer o consumidor. O plano era constranger o agronegócio e montar um esquema de corrupção conveniente aos interesses do PT e de seus partidos aliados. Mensalão, petrolão e agora arrozão. O governo desistiu do leilão, mas, a oposição não pode abir mão da CPI e deixar de investigar profundamente essas irregularidades”, afirma.

A proposta de CPI é de autoria do deputado federal Luciano Lorenzini Zucco, conhecido como tenente-coronel Zucco (Republicanos-RS). No total, já foral colhidas 150 das 171 assinaturas necessárias

O governo federal anunciou na tarde desta quarta-feira (3) a suspensão do leilão do arroz. Em contato com a equipe de reportagem da BandNews FM, o ministro da Agrivultura, Carlos Fávaro, confirmou que o leilão não será realizado neste momento.

A anulação do leilão que havia vendido 263,37 mil toneladas de arroz importado foi anunciada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA).

A resolução incluiu cancelar um novo leilão para 36 mil toneladas restantes do alimento que não tinham sido adquiridas na primeira licitação.

A suspeita de fraude que levou ao cancelamento envolveu a maior arrematante individual do certame realizado, a empresa Wisley A. de Souza, cuja sede é uma pequena loja de queijos em Macapá e que teve seu capital social recentemente alterado: passou de R$ 80 mil para R$ 5 milhões uma semana antes do leilão. O episódio culminou na demissão pelo governo federal do presidente da CONAB (Companhia Nacional de Abastecimento Agrícola), Neri Geller, ex-deputado federal por Mato Grosso.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *