Advogada critica Jayme Campos por votar favorável pela volta do DPVAT no Senado

Advogada critica Jayme Campos por votar favorável pela volta do DPVAT no Senado

Com voto do senador que tem base em Várzea Grande, texto atingiu mínimo de votos necessários para ser aprovado

O Senado aprovou na quarta-feira (8), o Projeto de Lei que retoma o Seguro Obrigatório para Danos Pessoais por Veículos Automotores Terrestres (DPVAT), e que antecipa R$ 15,7 bilhões para o governo Lula (PT), agora o texto segue para sanção presidencial. A pré-candidata à prefeitura de Várzea Grande, Flávia Moretti (PL), criticou o senador por Mato Grosso, Jayme Campos, que tem sua base eleitoral na cidade industrial, por votar favorável à volta do “imposto”.

A proposta foi aprovada por 41 votos favoráveis e 28 contrários. Era necessário o apoio mínimo de 41 senadores. Jayme Campos foi o único senador mato-grossense a votar a favor pela volta do seguro obrigatório, que deixa de ser DPVAT e passa a ser Seguro Obrigatório para Proteção de Vítimas de Acidentes de Trânsito (SPVAT).

“Mato-grossenses e principalmente várzea-grandenses se envergonham do senador Jayme Campos, isso mostra que ele não pensa na população e com seu voto ajudou a aprovar a volta desse ‘imposto’, que vai pesar diretamente no bolso do cidadão”, disparou Flávia.

O seguro obrigatório foi extinto em 2020, durante o governo Bolsonaro.

 

 

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *