Avallone representa a ALMT em evento nacional que reconheceu importância da Lei do Pantanal

Avallone representa a ALMT em evento nacional que reconheceu importância da Lei do Pantanal

O presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, deputado Carlos Avallone (PSDB), representou o parlamento no evento beneficente “Raízes do Pantanal” organizado ontem (4) em São Paulo pelo Instituto SOS Pantanal. No evento que arrecadou recursos para restauração de áreas, recuperação de nascentes e segurança alimentar das comunidades pantaneiras, o instituto fez um reconhecimento público ao trabalho das Assembleias estaduais – na proposição e aprovação de novas legislações -, e às ações dos governos de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso.

Autor da Lei conhecida popularmente como a “Lei do Pantanal de MT” de 2022 (que aperfeiçoou a Lei nº 8.830/2008) e coordenador dos trabalhos por sua aprovação na comissão permanente e em plenário, Avallone destacou a importância deste aval de uma das principais entidades ambientalistas do país.

“Fiquei muito feliz em participar da homenagem do SOS Pantanal pelo reconhecimento do trabalho que estamos fazendo para recuperar nosso bioma e preservar o meio ambiente. Hoje, no dia Mundial do Meio Ambiente, quero destacar os pantaneiros, principais inspiradores da nova legislação que facilita a sobrevivência deles e a preservação ambiental. Como Presidente da Comissão de Meio Ambiente e autor da Lei do Pantanal, afirmo: ninguém preserva o Pantanal como os pantaneiros. A Lei foi feita para permitir que os pantaneiros voltem a cuidar do Pantanal e proteger o bioma”, disse o deputado.

“Todo mundo que participa deste evento vai contribuir para o plantio e restauração de áreas, assim como manutenção das ações ao longo dos anos no Pantanal através dos governos e parlamentos estaduais. Quem participou do evento, as pessoas e as empresas apoiadoras vão nos ajudar neste processo”, afirmou Leonardo Gomes, diretor-executivo do SOS Pantanal.

A lei reconhecida pela ONG ambiental estabelece a Política Estadual de Gestão e Proteção da Bacia do Alto Paraguai no Estado de Mato Grosso, definindo princípios e atribuições do poder público para manutenção da sustentabilidade ambiental, econômica e social.

O evento teve a presença dos governadores de Mato Grosso do Sul, Eduardo Riedel e de Mato Grosso, Mauro Mendes, além da secretária estadual de Meio Ambiente Mauren Lazzaretti. 

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *