Em partida eletrizante, Cuiabá bate Figueirense nos pênaltis e avança na Copa

Resumão

Figueirense e Cuiabá proporcionaram um grande jogo aos espectadores na segunda fase da Copa do Brasil. Apesar do domínio na primeira etapa, o Figueira saiu atrás do placar, mas conseguiu empatar duas vezes e levar a partida para as penalidades no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Mais eficiente nas cobranças, o Dourado fez 4 a 2 e celebrou a vaga na competição nacional.

Primeiro tempo

O Figueirense entrou em campo com mais intensidade do que o Cuiabá. Durante os primeiros 20 minutos, os donos da casa aproveitaram da falta de ritmo do Dourado e ditaram os rumos da partida. Atacaram com velocidade pelas alas, conseguiram bolas perto da área adversária e construíram um posicionamento defensivo que não deixava o Cuiabá e, principalmente Rodriguinho, ter a bola. Entretanto, o Figueirense não conseguiu elaborar uma oportunidade clara de gol. A melhor chance do primeiro tempo foi do Cuiabá, aos 44 minutos. Em uma das únicas aberturas de marcação contra o camisa 10 do Dourado, Rodriguinho encontrou Alesson infiltrando na área pelo lado esquerdo. O ponta passou para Elton, que dominou e bateu para fora, mas perto da trave. O zero permaneceu no placar.

Segundo tempo

Nos dez minutos iniciais da última etapa os papéis se inverteram. O Cuiabá voltou de intervalo mais intenso e com volume ofensivo. Esse esforço surtiu efeito imediato. Em uma jogada sem muita pretensão pela lateral esquerda, Alesson, que estava no meio de dois marcadores, deu um passe genial de letra para Rodriguinho, que fez o facão e finalizou a bola para dentro do gol. A porteira se abriu. Após o gol, o Cuiabá voltou a deixar o Figueirense com a bola, porém fechando muito bem os espaços. Com essa mentalidade, a partida começou a ficar faltosa e diversos cartões amarelos começaram a aparecer. Em uma dessas faltas, Zé Mário fez uma cobrança magnífica e conseguiu o primeiro empate do Figueira. Porém, quatro minutos depois o árbitro assinalou pênalti para o Cuiabá e Elton deu a vantagem novamente para o Dourado. Entretanto, novamente em uma jogada de bola parada, Zé Mário cruzou em direção de Gustavo Henrique e Paulão se antecipou para tirar a bola, mas acabou desviando para dentro do próprio gol. As duas equipes até tentaram tirar o empate do placar, mas a partida estava destinada a ser ainda mais emocionante nas penalidades.

Penalidades

Zé Mário, que participou diretamente dos dois gols do Figueirense, cobrou para fora a primeira cobrança do Figueira. Na segunda, Gustavo Henrique também chutou longe da meta de Walter. Como o Cuiabá foi perfeito nas cobranças, quatro chutes e quatro gols, o erro desses jogadores custou a classificação para a terceira fase, que ficou com o Dourado

Rodriguinho comemora gol do Cuiabá contra o Figueirense pela Copa do Brasil (Foto: AssCom Dourado)

Próximos compromissos

O Figueirense volta a campo no sábado, às 16h30 (de Brasília), no Orlando Scarpelli, contra o Hercílio Luz, para a primeira partida das quartas de final do Campeonato Catarinense. Já o Cuiabá visita o Dom Bosco no sábado, às 15h30 (de Brasília), no Presidente Dutra, pela primeira partida da semifinal do Campeonato Mato-Grossense.

Da  Redação

Matheus