Emanuel diz que pré-candidatos em Cuiabá são “arroz sem sal” e endossa criticas de Mauro a Abílio: “fala demais”

Emanuel diz que pré-candidatos em Cuiabá são “arroz sem sal” e endossa criticas de Mauro a Abílio: “fala demais”

Prefeito considera que postulantes ao Alencastro não representam os anseios dos cuiabanos e vê Abílio prejudicado pela ‘própria língua’ [Foto – Luiz Alves]

Conteúdo/ODOC – O deputado federal Abílio Brunini (PL) fez o que parecia ser impossível: o governador Mauro Mendes (União Brasil) e o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), concordarem em um determinado assunto.

Esta semana, conforme noticiado pelo Portal O Documento, o governador ressaltou que o maior problema de Abílio está em ter que controlar a própria língua.

Mendes é presidente do União Brasil em Mato Grosso e é cabo eleitoral de luxo do presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho (União), na disputa pela Prefeitura de Cuiabá este ano.

Aproveitando a onda da crítica do governador, Emanuel Pinheiro, que venceu Abílio na última eleição para prefeito, se viu na obrigação de concordar, em uma das poucas vezes já vista, com seu algoz político. “Até as pedras de Cuiabá sabem. Isso não é nenhuma novidade, nenhum demérito, nenhuma crítica que está falando a ele. Que ele fala demais qualquer bebê recém-nascido sabe em Cuiabá”, salientou Pinheiro.

Pinheiro não conseguiu emplacar nenhum apoiado para dar seguimento ao final de seu segundo mandato, dessa forma, não está ativamente trabalhando neste pré-campanha. Nesse sentido, restou tecer crítica aos atuais candidatos – Abílio, Botelho e o deputado estadual Lúdio Cabral (PT).

“Ele é experiente, já passou por uma eleição e perdeu, mas ganhou experiência. Eu não vou dar dica para ele não. Acho que é perfil de cada um. Eles estão longe de representar o perfil que a sociedade cuiabana quer, se for só isso que está aí apresentado a gente pode até opinar, mas vamos aguardar até as convenções. Cada um escolhe o caminho que quer seguir. Eu não estou querendo muito falar, mas que são sem graça, são os três candidatos. Mesma coisa de comer arroz sem sal”, disparou o prefeito.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *