Fábio Garcia destaca prioridade de Botelho na elaboração de plano de governo para consertar Cuiabá

Fábio Garcia destaca prioridade de Botelho na elaboração de plano de governo para consertar Cuiabá

Equipe multiprofissional está conduzindo a elaboração do plano e ainda fará reuniões com segmentos de várias áreas [Foto – Marcos Vergueiro]

O secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Garcia (União), já adiantou que o plano de governo do presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (União), para a disputa eleitoral para a Prefeitura de Cuiabá será o mais qualificado para atender as demandas que Cuiabá precisa neste momento. Ele destacou que uma equipe multiprofissional está conduzindo a elaboração do plano e ainda fará reuniões com segmentos de várias áreas para permitir também que o plano seja participativo.

“Queremos um plano de governo que seja exequível, mas que também atenda às demandas da sociedade. Não adianta discutir propostas em salas fechadas. Queremos ouvir as pessoas que sentem na pele os problemas da prefeitura. Queremos ouvir os professores para saber como podemos melhorar a educação, queremos ouvir os médicos, enfermeiros, agentes endêmicos, para saber como melhorar a saúde. E tenho certeza que teremos o melhor plano de governo para Cuiabá”, afirmou.

A equipe de plano de governo é liderada pelo economista Guilherme Muller, que tem uma longa experiência em gestão pública, tendo participado de várias gestões, tanto estadual quanto municipal, mas também possui nomes de referências em diversas áreas, para permitir que as propostas contemplem os eixos como desenvolvimento social, urbano, sustentabilidade, econômico e, claro, uma gestão fiscal sustentável.

Fábio destaca que o plano de governo leva em consideração princípios como o respeito ao conhecimento local, resgate da autoestima do cuiabano, união, sensibilidade social, inovação e transparência. “Estes são alguns dos valores que não vamos abrir mão na elaboração das propostas para nossa capital. A cidade está abandonada e queremos recuperar Cuiabá, para isso precisamos de parcerias para mudar a atual realidade e voltarmos a crescer, desenvolver e avançar”, finalizou o secretário.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *