Fávaro garante que PSD não vai impor vice na chapa de Lúdio Cabral e que nome será definido com aliados

Fávaro garante que PSD não vai impor vice na chapa de Lúdio Cabral e que nome será definido com aliados

Carlos Fávaro, que preside o PSD em Mato Grosso, disse que o vice não será escolhido por imposição de nenhum partido que compõe a federação

Conteúdo/ODOC – O senador mato-grossense Carlos Fávaro (PSB), ministro da Agricultura, que participou nesta sexta-feira (31), em Cuiabá, da escolha da federação Brasil da Esperança, formada pelo PT, PV e PCdoB pelo nome do deputado estadual Lúdio Cabral (PT), como pré-candidato à sucessão na Capital, disse à imprensa que o seu partido – principal aliado da federação – não irá impor uma pré-candidatura de vice-prefeito.

Conforme o ministro, presidente do PSB de Mato Grosso, a decisão de candidatura a vice-prefeito deve ser tomada em conjunto pelos partidos da federação e aliados, e não por imposição de qualquer agremiação partidária.

“Nosso presidente Gilberto Kassab conduz o partido com a filosofia de que o partido é feito para a disputa eleitoral. Então, para poder fazer parte da disputa precisa ter quadros, quadros que possam contribuir. Neste sentido estamos estruturando de forma qualitativa o PSD em Mato Grosso”, disse Fávaro.

No caso específico da disputa em Cuiabá, para a condição de vice-prefeito na chapa da federação, Fávaro adiantou que o partido tem quadros, mas não citou nomes. “É óbvio que temos nomes, temos nomes importantes, mas não haverá nenhuma imposição”, completou.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *