Kalil destaca que duplicação da Imigrantes impulsionará economia e desenvolvimento urbano para Várzea Grande

Kalil destaca que duplicação da Imigrantes impulsionará economia e desenvolvimento urbano para Várzea Grande

Duplicação de 11,8 km da Rodovia dos Imigrantes (BR-070) em Várzea Grande promete impulsionar a economia local, melhorar a infraestrutura e promover a segurança no trânsito

A duplicação de 11,8 km da Rodovia dos Imigrantes (BR-070) no segmento urbano de Várzea Grande até o Trevo do Lagarto representa uma transformação significativa para a cidade, trazendo um desenvolvimento econômico robusto e melhorias na infraestrutura urbana. Durante as festividades de 157 anos de Várzea Grande, o prefeito Kalil Baracat e o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes, anunciaram esta obra como um marco essencial para o progresso da cidade.

O governador destacou que a Rodovia dos Imigrantes, que sobrepõe um trecho da BR-163, é uma importante via não apenas de escoamento, mas de trânsito para os moradores da região metropolitana, e que as obras de duplicação vão garantir mais segurança e desenvolvimento para a população. “Estamos resolvendo esse gargalo logístico aqui da BR-070 mas também da vida Urbana de Várzea Grande, temos bairros grandes e importantes onde as pessoas precisam cruzar a rodovia todos os dias e nós teremos com todas as obras, rotatórias, viadutos e passagens de elevação fazer com que o transito possa fluir com naturalidade para quem passa pela BR sem causar nenhum transtorno para o cidadão que está morando dos dois lados da cidade”, pontuou o governador Mauro Mendes.

O prefeito Kalil Baracat falou sobre a importância estratégica dessa iniciativa para o desenvolvimento de Várzea Grande:  “Essa obra vai transformar Várzea Grande em um eixo fundamental do anel viário de Cuiabá/Várzea Grande, conectando-se com o contorno norte e criando um modal logístico importantíssimo ao redor da capital de Mato Grosso e da nossa cidade que é a segunda maior do Estado. Essa infraestrutura não só melhorará significativamente a qualidade do deslocamento para todos, mas também será crucial para o crescimento presente e futuro da nossa querida Várzea Grande”.

O projeto total de duplicação da rodovia, que inclui um trecho de 28,1 km, tem um investimento previsto de R$ 600 milhões, sendo que R$ 298 milhões são destinados exclusivamente ao segmento urbano de Várzea Grande. Este trecho, denominado Lote II, compreende do km 512,2 ao km 524 da BR-070 e é crucial para a cidade, devido à sua complexidade e necessidade de soluções específicas para pontos críticos de tráfego.

No trecho de Várzea Grande, a obra ainda inclui a construção de três intervenções com passagens de elevação em locais estratégicos para melhorar a mobilidade urbana. Um viaduto na Avenida Filinto Muller, na transposição centro-bairro São Mateus, duas grande rotatórias elevadas para a travessia na entrada dos bairros Capão Grande e Praia Grande e um viaduto na região do distrito de Bonsucesso. Estas intervenções são projetadas para resolver gargalos de tráfego, oferecendo alternativas mais seguras e eficientes para os moradores e o comércio local.

A obra trará um impacto econômico direto e significativo para Várzea Grande. O prefeito Kalil Baracat ressaltou: “Esta obra representa um grande presente para Várzea Grande e sua população, trazendo melhorias econômicas, sociais e de segurança para nossa cidade. Importante ressaltar que essa é uma região que mais cresce no município devido aos investimentos em obras que fizemos para região, a exemplo de grandes condomínios residenciais de médio e alto padrão, o novo complexo do Sistema Judiciário, a futura instalação da UFMT, Parque Tecnológico, entre inúmeros empreendimentos”. Com a redução do tempo de trânsito e a melhora na infraestrutura, espera-se também um aumento na produtividade das empresas de transporte e comércio local.

Além do mais, a construção de 5,5 km de vias marginais facilitará o acesso aos estabelecimentos comerciais e serviços, incentivando o comércio e promovendo o desenvolvimento econômico na região. O senador Jayme Campos destacou: “A economia local será impulsionada, o comércio incentivado e os empresários que aguardam há mais de 20 anos pela duplicação e finalmente verão a concretização desse sonho”.

A duplicação da BR-070 não só facilitará o escoamento de grãos e outros produtos agrícolas, mas também proporcionará um trânsito mais seguro, com a redução do número de acidentes. As melhorias no entroncamento de acesso a Santo Antônio do Leverger e ao distrito de Bonsucesso, incluindo a construção de pistas marginais, ajudarão a integrar melhor as regiões, aumentando a segurança e a eficiência do tráfego.

Luciano Uchoa, diretor presidente da Nova Rota do Oeste explica que “a nova ponte sobre o Rio Cuiabá que se chamará Juscelino Kubitschek, parte do Lote I, simboliza o início das obras que se estenderão por 28,1 km, unificando intervenções urbanas e rurais. Esta ponte e as outras obras de infraestrutura transformarão a dinâmica de tráfego entre Cuiabá e Várzea Grande, facilitando o transporte e reduzindo os custos operacionais para caminhoneiros e empresas de transporte”.

“A duplicação da Rodovia dos Imigrantes é um divisor de águas para Várzea Grande, trazendo um desenvolvimento econômico sustentável e melhorias significativas na infraestrutura urbana. Este projeto, que integra intervenções urbanas e rurais, consolida Várzea Grande como um polo estratégico no estado de Mato Grosso, promovendo um ambiente mais seguro, eficiente e economicamente próspero para seus moradores e empresários”, concluiu Kalil Baracat.

A ordem de serviço para a duplicação de 16,3 quilômetros da Rodovia dos Imigrantes (BR-070), que contorna Cuiabá e Várzea Grande e a autorização da contratação da empresa que fará a duplicação de um trecho de 11,8 quilômetros da rodovia do lado de Várzea Grande, ocorreu no final da tarde de 24 de maio, no km 515 da Rodovia dos imigrantes e contou com a presença do presidente do Conselho de Administração da Nova Rota do Oeste, Cidinho Santos; dos secretários de Estado, Rogério Gallo (Fazenda), Marcelo de Oliveira (Infraestrutura), César Roveri (Segurança Pública); comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Alessandro Borges, o presidente da MT Par, Wener Santos; dos diretores da ANTT, Luciano Lourenço da Silva e Rafael Vitale; dos senadores Wellington Fagundes e Margareth Buzetti; dos deputados federais coronel Assis e Gisela Simona; do presidente da ALMT, Eduardo Botelho, dos deputados estaduais Fabio Tardin e Juca do Guaraná, do presidente da Câmara de Vereadores de Várzea Grande Pedro Paulo Tolares; além de vereadores de Várzea Grande e de Cuiabá, e, empresários locais.

 

 

 

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *