Mauro Mendes nega projeto para presidência do Brasil e afirma estar de “saco cheio” do debate entre esquerda e direita

Mauro Mendes nega projeto para presidência do Brasil e afirma estar de “saco cheio” do debate entre esquerda e direita

Conteúdo/ODOC – Governador Mauro Mendes (União) afirmou que ainda não está discutindo seu projeto político para 2026. Ele fez essa declaração ao ser questionado sobre uma possível candidatura à presidência da República, já que está em seu segundo mandato e não pode concorrer à reeleição.

Além disso, seu partido pode apresentar um candidato para disputar o cargo atualmente ocupado por Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Mauro desconversou sobre ser candidato afirmando que ainda está cedo para o assunto, mas apimentou a discussão entre direita e esquerda no país. “Não sou candidato a nada. Sou candidato a terminar o mandato, entregar bem e entregar o máximo possível para a população. É preciso debater a segurança pública, a dívida pública. O Brasil está atolado em dívida. Como que vai sair disso, um dia vai chegar para nós essa conta dessa irresponsabilidade fiscal do país”, afirmou.

Mauro também mencionou que, durante o último debate presidencial na eleição de 2022, considerou anular seu voto devido à falta de propostas e ao foco em ataques pessoais. “Nós nunca seremos um país de primeiro mundo se tivermos uma gestão pública de quinto mundo. A segurança pública é o que é [ineficaz no combate à violência] porque contrata-se mais policiais e não resolve o problema, mas aumenta o gasto público. Na educação, a gente está na rabeira do desenvolvimento. Nós somos a oitava economia do mundo, mas os indicadores sociais estão lá atrás”. “Estou de saco cheio desse debate de esquerda e direita”, concluiu

Os argumentos do governador foram feitos em rede nacional no Programa Pânico da rádio Jovem Pan.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *