Médico denuncia ‘carteirada’ em unidade de Saúde em Cuiabá e pede cassação de vereador Marcrean

Médico denuncia ‘carteirada’ em unidade de Saúde em Cuiabá e pede cassação de vereador Marcrean

Vereador teria invadido hospital e ameaçado servidores

Conteúdo/ODOC – O médico Marcus Vinícius Ramos de Oliveira protocolou o pedido de cassação do vereador Macrean Santos (MDB), nesta quinta-feira (13). Os dois estão envolvidos em uma polêmica que ocorreu nos bastidores da saúde municipal de Cuiabá nos últimos dias.

O vereador acusa o médico de dormir durante expediente e afirmou acionar o Conselho Regional de Medicina (CRM) para apurar a situação.

Segundo o médico, o vereador causou tumulto ao vistoriar a UTI do antigo Pronto-Socorro. “Registramos que agindo em total dissonância com suas atividades parlamentares, afirmo, invadiu o ambiente de trabalho desse profissional da medicina que ali desempenhava suas atividades laborais”, diz o documento protocolado na Câmara.

Ainda segundo o médico, Macrean gritou e fez ameaças a servidores no local. “Ainda no seu destempero e despreparo proferiu ameaças aos gritos como forma de me intimidar para que conseguisse informações de seu interesse pessoal, fora do horário estipulado para tal e uma afronta aos trabalhadores dessa Unidade de Saúde, ferindo mortalmente o previsto no Art. 331 do Código Penal Brasileiro”, pontuou.

Em sua versão, Macrean afirma que queria saber sobre o estado de saúde de um familiar e descobriu que o médico não teria cumprido sua carga horária devidamente.

“Ele chegou ao hospital 7h e quando deu 9h [ele] estava dormindo. Ele não gostou de eu pedir para saber do quadro de saúde de uma parente minha, saiu falando que não ia passar informações e ainda por cima disse que iria me denunciar. Ora, antes de ser um fiscal do povo, eu sou cidadão. Mereço respeito. Depois eu sou vereador. Eu não carteirei nada, apenas queria informação e fui recebido por um médico muito mal-educado. Eu vou denunciar que ele estava dormindo em serviço ao Conselho de Medicina. Eu estou pronto para fazer essa denúncia”, denuncia Marcrean.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *