Republicanos ameaça rompimento caso não tenha espaço na chapa de Botelho na disputa da prefeitura

Republicanos ameaça rompimento caso não tenha espaço na chapa de Botelho na disputa da prefeitura

Presidente destaca musculatura do partido como argumento para pleitear a vice na chapa

Conteúdo/ODOC – O partido Republicanos, cujo presidente Municipal da sigla é o vereador Eduardo Magalhães, ameaça “romper” com o deputado estadual Eduardo Botelho (União Brasil), caso não esteja incluído no projeto de campanha para a prefeitura de Cuiabá nas eleições deste ano.

Botelho tem apoio incondicional do governador Mauro Mendes e está liderando a corrida eleitoral neste período de pré-campanha, conforme pesquisas recentes divulgadas pelo Portal O Documento.

Magalhães aponta os fatores que credenciam o partido a ter mais espaço na composição com Botelho. “O partido Republicanos tem um bom tempo de TV, tem uma chapa de vereadores muito forte, podendo alcançar de 3 a 4 cadeiras no legislativo municipal, temos o vice-governador, Otaviano Pivetta, temos dois deputados, dois vereadores eleitos na Câmara que são de oposição ao prefeito fazendo um bom trabalho. Então, nós temos todas as credenciais para assumir esse posto e termos a vice da nossa capital”, destaca.

Recentemente tem sido ventilado o nome de Felipe Wellaton (Republicanos) para compor a chapa como vice de Botelho. Ele foi exonerado da Secretaria de Estado de Cultura na semana passada e este fator reacendeu os bastidores na política municipal.

A secretária de Estado de Assistência Social, Grasiele Bugalho, sob indicação do PP e sendo a “queridinha” da primeira-dama, Virgínia Mendes.

“Eu não digo romper. É a gente saber o nosso tamanho. Se um partido que não tem uma chapa de vereadores, o PRD não tem chapa de vereadores, não tem nenhuma pessoa na rua para pedir votos. Não tem tempo de televisão, e ele fica com a vice do União Brasil, então não tem espaço para o Republicanos. O caminho é lançar uma candidatura própria, nós temos musculatura pra isso. Nós temos nomes como o próprio Diego Guimarães, o Júnior da Verdão, o médico Marcelo Sandrim, consagrado na saúde. Se não der pra caminhar com o União Brasil, não tem problema nenhum, nós respeitamos e vamos lançar o nosso candidato e vamos em frente”, revelou Magalhães.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *