Rosana Martinelli e Wellingtn Fagundes comemoram avanços na duplicação da BR-163

Rosana Martinelli e Wellingtn Fagundes comemoram avanços na duplicação da BR-163

A senadora Rosana Martinelli (PL-MT) celebrou em Plenário, nesta quarta-feira (10), os avanços na duplicação da BR-163, com a aprovação, pela Infra.SA,  do requerimento da Concessionária Via Brasil, que prevê a duplicação de aproximadamente 245 quilômetros entre os municípios de Sinop e Guarantã do Norte, próximo à divisa com Pará, uma obra aguardada há muito tempo pela população da região, e pelos setores produtivos.

 

A senadora anunciou que após a aprovação pela Infra S.A., foi publicada nesta quinta-feira (11/07) a Portaria no Diário Oficial da União, informando que o projeto segue agora para análise da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), um passo decisivo para o início das obras, previstas para 2027.

“Trabalharemos muito para conseguir todas essas aprovações ainda este ano. Essa obra é muito importante para todos nós da região de Sinop, no nosso nortão de Mato Grosso, e do nosso Brasil, já que somos os maiores produtores de grãos do país”, enfatizou Martinelli.

A duplicação da BR-163 é uma iniciativa que promete transformar a realidade na região Norte de Mato Grosso. Além de aumentar a segurança dos motoristas, a obra é essencial para o escoamento da produção agrícola, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social de uma das regiões mais produtivas do Brasil.  “A duplicação é fundamental não apenas para o desenvolvimento econômico da nossa região, mas também para salvar vidas, porque esse trecho é um dos perímetros com maior índice de acidentes do Brasil, ou seja, vamos melhorar a segurança e a fluidez do tráfego”, concluiu a senadora.

Luta antiga

O senador Wellington Fagundes (PL/MT), presidente da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura (FRENLOGI), também comemorou a novidade, já que a duplicação e uma luta antiga de sua gestão.

“Como deputado federal já trabalhava incansavelmente por este projeto. Me lembro da primeira reunião que fizemos, quando lançamos o sonho da duplicação entre Rondonópolis-Cuiabá, e almejamos mais,  focamos na duplicação até o nortão. Quando o governo assumiu as obras até Sinop, eu sabia que tudo ia andar e andou. Então, temos sim o que comemorar. Vamos agora colocar energia neste trecho até o Pará, para melhor trafegabilidade e logística na hora de escoar nossos grãos”, defendeu Fagundes.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *