Alvo de boicote no UB, vereador quer pressa e consenso na escolha do vice de Kalil: “Todos devem ser ouvidos”

Alvo de boicote no UB, vereador quer pressa e consenso na escolha do vice de Kalil: “Todos devem ser ouvidos”

Apontado como vice, Pedrinho Tolares passou a ser alvo de ‘fogo amigo’ de lideres do partido e a ter vaga na chapa de reeleição do prefeito ameaçada

Conteúdo/ODOC – O presidente da Câmara de Vereadores de Várzea Grande, Pedro Paulo Tolares (União), um dos nomes cotados no partido para ser o candidato a vice-prefeito na chapa do prefeito e candidato à reeleição, Kalil Baracat (MDB), defendeu em entrevista à imprensa que a escolha deve ocorrer de forma consensual.

Segundo Tolares, o partido é soberano e a democracia vai permanecer. Ele alertou – entretanto – a necessidade de que todos os nomes cotados tenham voz dentro do União Brasil.

“Tem que haver um consenso, o partido é soberano. E a gente trabalha no coletivo, não podemos pensar individualmente. O processo de escolha vai ser democrático, tem que ser ouvido todos os colegas e tomar essa decisão o mais rápido possível”, disse Pedro Tolares.

Conforme o presidente da Câmara de Vereadores de Várzea Grande, o prefeito Kalil Baracat (MDB) tem que – necessariamente – ter um vice capaz de participar ativamente da construção do projeto de reeleição. “Precisamos de um nome que possa ajudar na construção da reeleição do prefeito Kalil”, argumentou.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *