CEOV perde para o Sampaio Corrêa e está eliminado da Copa do Brasil

Em um jogo fraco e amarrado no primeiro tempo, mas com muita emoção e gols no segundo, o Sampaio Corrêa confirmou o favoritismo e conseguiu nesta quarta-feira a sua classificação à segunda fase da Copa do Brasil ao derrotar o Operário-MT por 2 a 1, no estádio Dito Souza, em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá. A vaga rende R$ 750 mil aos cofres do Bolívia, como o time maranhense é conhecido.

O Sampaio Corrêa tratou essa partida como o principal jogo do semestre, justamente pela questão financeira. O clube também queria quebrar uma rotina que tem incomodado muito, pois nas duas últimas temporadas não havia passado da primeira fase da competição.

Na próxima fase, o clube de São Luis conhecerá ainda nesta quarta-feira o seu adversário. No Rio de Janeiro, no estádio Luso-Brasileiro, Portuguesa-RJ e CRB se enfrentarão e o clube alagoano jogará com a vantagem do empate. Por conta do sorteio realizado pela CBF, o Sampaio Corrêa será visitante nesta disputa por vaga na terceira fase.

Do outro lado, o Operário-MT praticamente encerrou a temporada, pois fez campanha frustrante no Campeonato Mato-Grossense. Terminou a fase de classificação na oitava colocação, apenas uma acima da zona de rebaixamento, e ficou de fora das quartas de final.

O JOGO

O primeiro tempo foi de baixo nível técnico e poucas chances de gol. As melhores foram do Sampaio Corrêa, já nos minutos finais. Aos 40, o goleiro Igor Rayan fez duas ótimas defesas em finalizações de Soares e Pimentinha. Aos 46, o arqueiro do time mato-grossense salvou novamente, em cabeceio de Ferreira.

Na segunda etapa a partida melhorou e os gols saíram. Aos 18 minutos, Pimentinha cobrou escanteio, a bola teve um desvio e o zagueiro Nilson Junior cabeceou firme para o fundo das redes. Pouco depois, aos 23, foi a vez de Eron marcar, no rebote de Igor Rayan, e praticamente garantir a classificação do Sampaio Corrêa.

O Operário-MT, que precisava neste momento de três gols, só conseguiu um. Aos 31 minutos, Cris Magno levantou na área em cobrança de falta, o atacante Luan Viana subiu mais alto que os defensores maranhenses e cabeceou sem chances para o goleiro Luiz Daniel.

Matheus