Seja bem vindo ao nosso portal de notícias.

29/02/2024 10:17 am

Circuito Brasileiro de Surfe Profissional começa em janeiro, na B

A  Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) apresentou o calendário de competições e eventos da temporada 2021. A primeira de 21 etapas do Circuito Profissional – feminino e masculino – será na Bahia, nos dias 23 e 24 de janeiro. No total, serão 21 eventos distribuídos por dez estados das  nas regiões  Norte, Nordeste, Sul e Sudeste.  imagem08-12-2020-19-12-35imagem08-12-2020-19-12-36

Entre as novidades do ano que vem, estão o Circuito de Stand-UP Paddle (SUP) Wave e o Brasileiro de Surf Adaptado. Quanto à premiação, é provável que seja mais alta que na temporada anterior.

“Certamente a premiação do profissional vai aumentar. Atualmente é de R$ 80 mil, dividida igualmente entre masculino e feminino, mas queremos melhorar ainda mais e estão previstas cinco etapas, garantindo aos atletas mais eventos importantes”, afirmou Adalvo Argolo, presidente da CBSurf em nota divulgada no site da entidade. 

A CBSurf divulgou o calendário de campeonatos para a temporada 2021. A temporada promete grandes e boas novidades para os atletas e a entidade busca aumento de premiação e de número de etapas para beneficiar mais atletas. Leia matéria no link https://t.co/vJyFAqXzia pic.twitter.com/qGiLGCggwA

— cbsurf_oficial (@cbsurf_oficial) December 7, 2020

O surfe brasileiro masculino, ao lado do australiano, lidera o número de atletas na temporada 2020/21 do Circuito Mundial, que começou ontem (7), em Pipeline, no Hawaii (Estados Unidos), após meses sem competições devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). São eles: Italo Ferreira, Gabriel Medina, Filipe Toledo, Caio Ibelli, Peterson Crisanto, Yago Dora, Jadson Andre, Adriano de Souza, Alex Ribeiro, Miguel Pupo e Deivid Silva. E para disputar com os melhores do mundo, todos começaram pelas competições nacionais.  E o calendário 2021 inclui o que pode ser um celeiro de novos talentos: o Circuito do CBSurf Júnior.

“Teremos quatro etapas, todas com três dias para abranger mais atletas, porque muitos ficavam de fora e nosso objetivo é incentivar a revelação e formação dos novos atletas” explicou Argolo. E ainda adiantou: “Vamos contemplar todas as categorias e já estamos em entendimento também para provas de SUP Race e de bodyboarding”.

No ano que vem, o surfe estreia como modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio. E os brasileiro tem tudo para brilhar na competição. Estão classificados Italo Ferreira, atual campeão mundial da World Surf League (WSL) e do ISA World Surfing Games (este realizado no Japão); Gabriel Medina, bicampeão mundial da WSL; Tatiana Weston-Webb, bicampeã mundial júnior da ISA e Silvana Lima, atual medalha de prata no ISA Games, em ondas japonesas.

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/noticia/2020-12/circuito-brasileiro-de-surfe-profissional-comeca-em-janeiro-na-bahia

Veja também

ESPORTES

Mixto feminino inicia terceira semana de treinos de olho na Série A2 do Brasileiro

ESPORTES

Associação esportiva de Figueropolis do Oeste recebe materiais esportivo do Deputado Eduardo Botelho.

ESPORTES

Com iluminação do Estádio de Jangada Tropa do R 7 Enfrenta Santa Cruz na final do Campeonato Municipal.

ESPORTES

Mixto tem retorno de Odail e Igor, mas terá três desfalques contra o Primavera

Copa do Brasil| ESPORTES

Com dois de Romero, Corinthians vence o Cianorte e avança na Copa do Brasil

Copa do Brasil| ESPORTES

Cuiabá se adapta ao gramado alagado, goleia o Real Noroeste e passa na Copa do Brasil Texto retirado de ogol.com.br https://www.ogol.com.br/noticias/cuiaba-se-adapta-ao-gramado-alagado-goleia-o-real-noroeste-e-passa-na-copa-do-brasil/587585