Com gol de falta no fim, Cruzeiro vence o Cuiabá e avança na Copinha

Foi um jogo movimentado, de duas equipes corajosas, que não mereciam o péssimo gramado do estádio em Cravinhos. O Cruzeiro se deu melhor, graças a uma cobrança iluminada de falta aos 48 minutos do segundo tempo. Nos pés de Japa, a Raposa venceu o Cuiabá por 2 a 1 na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Os outros gols foram de Arielson (Cruzeiro) e Gabryel Freitas (Cuiabá). O Cruzeiro, agora, espera o vencedor de Corinthians x Sport para conhecer seu adversário nas oitavas de final.

Beach soccer

O estado do gramado era lamentável para a prática do futebol. Uma boa parcela do campo do Estádio Municipal Bela Vista foi tomado por bancos de areia, o que dificultou o controle de bola, passe, e até equilíbrio corporal dos jogadores. O perfil do Cruzeiro nas redes sociais não perdoou.

Lá e cá

O Cruzeiro começou a partida melhor, dominando ações e, principalmente, conseguindo o gol. Arielson recebeu nas costas da zaga, se livrou da pressão e chutou forte para vencer o goleiro Vinicius. O Cuiabá, entretanto, não sentiu o golpe e teve boas oportunidades. O gol foi amadurecendo. Thainan e Gabryel Freitas se destacavam. Este fez um belo gol de empate ao receber de Kennyd nas costas de Jhosefer e chutar no ângulo do goleiro Otávio – 1 a 1. O Dourado ainda teve a chance de virar com Marco Antônio, mas o chute foi para fora. Já o Cruzeiro também construiu oportunidades, principalmente na qualidade de Gui Meira.

Golaço de falta

O segundo tempo da partida foi mais moroso. Pelo calor em Cravinhos, gramado pesado, o ritmo foi desacelerando. Mesmo assim, os goleiros Otávio (Cruzeiro) e Vinicius Peruchi (Cuiabá) tiveram trabalho. Do lado do Cuiabá, Gabryel Freitas quase marcou o seu segundo gol. O mesmo vale para o atacante Arielson. O Dourado chegou a ter mais posse de bola e atacar mais, só que um dos destaques do time, Thainan, cometeu falta na entrada da área em cima de Rhuan Gabriel. Quase aos 48′ do segundo tempo, quando o jogo se encaminhava para os pênaltis, Japa cobrou a falta fora de alcance de Vinicius, e correu para a classificação. Foi o terceiro gol de falta do Cruzeiro na Copinha.

Comemoração do Cruzeiro!

Susto

Um lance gerou preocupação no segundo tempo. O atacante Jadson, do Cuiabá, jogou a bola para frente e tentou pular o carrinho do zagueiro Henrique Silva, do Cruzeiro. Na aterrissagem, o joelho do avançado bateu na região da nuca do defensor. Henrique ficou um tempo desacordado, e foi imbolizado de maca para ir ao hospital de ambulância, já consciente e mais tranquilo. Será avaliado pela comissão médica do time mineiro.

– Após o choque durante a partida, Henrique Silva foi encaminhado ao Hospital da Unimed, em Bonfim-SP, acompanhado pela equipe médica do Cruzeiro, onde realizará os exames. O atleta está bem e encontra-se consciente – publicou o Cruzeiro, no Twitter.

Da Redação

Matheus