COMUNIDADES DO NORTÃO SÃO BENEFICIADAS COM AÇÕES SOCIAIS

Moradores de Paranaíta receberam nesta semana, os óculos solicitados durante o Programa Mutirão Rural realizado em outubro deste ano, pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e parceiros. Das 100 consultas realizadas no município, 84 pessoas precisaram de óculos. A optometria foi uma das ações ofertadas durante a ação social que levou cerca de 30 serviços gratuitamente a comunidades mato-grossenses.

Entrega de óculos do Mutirão Rural em Paranaíta

Além do Mutirão Rural, os moradores do nortão também estão sendo beneficiados com outra ação social: o Movimento Agro Fraterno. Foram destinadas para Alta Floresta, 100 cestas básicas que beneficiarão duas comunidades rurais. De acordo com o supervisor da Regional do Senar-MT em Alta Floresta, Luiz Cantão, as famílias foram definidas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do município. “O objetivo é ajudar os moradores da zona rural que tem cadastro no Cras. No dia 10 de dezembro, já entregamos 40 cestas básicas e hoje vamos a outra comunidade distribuir o restante”, afirma.

A mobilizadora do Sindicato Rural local, Cláudia Sauvesuk, contou um pouco sobre a satisfação de participar deste momento. “Começamos a fazer as nossas primeiras entregas em Alta Floresta e estamos muito felizes em contribuir de alguma forma com o Natal dessas famílias”.

Entrega de cestas do Agro Fraterno na Vila Rural em Alta FlorestaO Agro Fraterno é um movimento liderado pelo Sistema CNA/Senar, pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e pelas entidades do Instituto Pensar Agro (IPA). O objetivo é ajudar, por meio da distribuição de cestas básicas, famílias necessitadas.

Além das ações especiais, o Senar-MT em parceria com os Sindicatos Rurais oferta capacitação gratuitamente à comunidade local. Somente no primeiro semestre de 2021, 2500 pessoas foram capacitadas em mais de 200 ações educacionais de Formação Profissional Rural e Promoção Social.

Regionais – O Senar-MT conta com o apoio de dez Regionais, a fim de organizar a demanda e ser um elo entre a entre a sede localizada e os Sindicatos Rurais. Cada Regional possui um supervisor que é responsável por dar suporte aos municípios e conhecer as necessidades de cada região.

A Regional de Alta Floresta é composta pelos Sindicatos Rurais de: Alta Floresta, Apiacás, Carlinda, Colíder, Guarantã do Norte, Marcelândia, Matupá, Nova Bandeirantes, Nova Canaã do Norte, Nova Monte Verde, Paranaíta e Terra Nova do Norte. Além dessas cidades, os Sindicatos estendem o atendimento a Itaúba, Nova Guarita, Nova Santa Helena, Novo Mundo e Peixoto de Azevedo.

De acordo com o superintendente do Senar-MT, Francisco Olavo Pugliesi de Castro, mais conhecido como Chico da Pauliceia, as Regionais são primordiais para o acompanhamento das localidades. “As Regionais são um braço do Senar-MT que nos ajudam a acompanhar cada parte desse nosso estado grandioso e cheio de particularidades”, afirma.

Da Redaçao

Matheus