Jogadores de PSG e Istanbul Basaksehir abandonam o campo após suposto racismo

Um momento histórico no futebol, e ao mesmo tempo lamentável, aconteceu nesta terça-feira na Liga dos Campeões. Os jogadores de PSG e Istanbul Basaksehir abandonaram o campo do estádio Parque dos Príncipes, em Paris, após suposto caso de racismo por parte do quarto árbitro da partida.

O romeno Sebastian Colţescu teria se dirigido a Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica do clube turco, com termo racista, algo que motivou a fúria do atacante Demba Ba, do Basaksehir.

Ambos partiram para cima da arbitragem e Ba acabou expulso. Ele, então, começou a incentivar que os jogadores das duas equipes se retirassem do campo. Os 22 atletas e as comissões técnicas dos times abandonaram a partida.

Tudo aconteceu por volta dos 13 minutos do primeiro tempo e a partida foi suspensa. A UEFA confirmou que o jogo será retomado em breve.

Matheus