Mauro cobra postura do Congresso sobre avanço do Judiciário no Legislativo

Mauro cobra postura do Congresso sobre avanço do Judiciário no Legislativo

Posicionamento foi dado durante discurso Lide Investment Forum 2024 nos Estados Unidos

Conteúdo/ODOC – O governador Mauro Mendes (União Brasil), cobrou uma postura mais ativa do Congresso Nacional, afirmando que deputados e senadores não devem permitir que o Judiciário legisle. As afirmações do chefe do Executivo estadual mato-grossense aconteceu ) durante em discurso em Nova York, Estados Unidos, nesta terça-feira (14).

O governador estava participando do encontro de líderes empresariais no Lide Investment Forum 2024, realizado em Nova York. A fala de Mendes ecoa as reclamações de alguns parlamentares sobre a interferência do Supremo Tribunal Federal (STF) em suas decisões.

O governador, em seu discurso focado em propostas para melhorar os investimentos e o desenvolvimento do país, defendeu a independência dos Poderes.

“Precisamos cada vez mais que o Congresso Nacional assuma seu papel, que não deixe o Judiciário legislar no lugar dos senhores parlamentares federais e senadores, criando regras descoladas da realidade brasileira. É fundamental que cada um exerça o seu papel. Que cada um cumprindo sua agenda, transformando esse país de oportunidade, esse país do futuro, no país do presente”, disse.

O governador Mauro Mendes permanece nos Estados Unidos até o dia 18 de maio para o encontro de líderes empresariais no Lide Investment Forum 2024. Ele também participará da Brazilian Week, que contará com a presença de 300 empresários brasileiros e americanos, autoridades, investidores, jornalistas e outros convidados. No dia 15, o governador participará da Cúpula Brazil Summit, em Nova Iorque, que discutirá as perspectivas de negócios nacionais e internacionais no atual cenário político do país.

A agenda nos Estados Unidos inclui ainda um encontro com a equipe da Google Cloud e seu parceiro Xertica, em Nova Iorque, além de reuniões com bancos investidores.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *