“Paciência no limite”, afirma Pivetta sobre espera por liberação para iniciar obras no Portão do Inferno

“Paciência no limite”, afirma Pivetta sobre espera por liberação para iniciar obras no Portão do Inferno

Licenças são necessárias para que o Estado comece as obras na rodovia MT-251[Foto – Marcos Vergueiro]

Conteúdo/ODOC – O vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta (Republicanos), declarou que o Executivo estadual está com a “paciência no limite” enquanto aguarda a autorização para iniciar as obras no Portão do Inferno, localizado na MT-251.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto Chico Mendes da Biodiversidade (ICMBio) são responsáveis por emitir as licenças ambientais necessárias para que o Governo Estadual possa dar início às obras.

No entanto, desde o ano passado, a via opera em sistema de pare e siga devido a deslizamentos de terra. Interlocutores dos institutos afirmam que a aprovação da obra deve ocorrer até o início de junho.

“Estamos aguardando o pronunciamento do Ibama e do ICMBio com a paciência no limite. Afinal de contas, é obrigação do ICMBio e do Ibama nos darem a licença para fazermos a obra”, disse Pivetta ao site Veja Bem MT.

Em março, o Governo de Mato Grosso anunciou a contratação da empresa Lotufo Engenharia e Construções Ltda, pelo valor de R$ 29,5 milhões. Após a emissão da licença, a empresa terá 120 dias para concluir as obras.

Pivetta destacou a ansiedade da população de Chapada dos Guimarães e de Mato Grosso pela realização das obras e criticou a demora na liberação por parte do Governo Federal. A MT-251 é a principal via que liga Cuiabá a Chapada dos Guimarães. “Todos os brasileiros já não suportam a morosidade e a falta de objetividade do Governo [Federal]”, afirmou o vice-governador.

 

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *