Presidente da Conmebol exalta legado de Pelé

Uma das primeiras autoridades a pisar na Vila Belmiro para se despedir do Rei do Futebol, Edson Arantes do Nascimento, Pelé, o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, falou sobre o legado do Atleta do Século. Na opinião do mandatário, nenhuma homenagem será suficiente para o que o ex-jogador de futebol fez pelo esporte.

“Qualquer coisa que a Conmebol faça como homenagem sempre vai ser pouco por tudo que o Rei deu ao futebol sul-americano, brasileiro e mundial”, afirmou.

O velório de Pelé começou nesta segunda-feira, às 10 horas, na Vila Belmiro, e terá duração de 24 horas. Após o encerramento da cerimônia, que é aberta ao público, o corpo será levado em cortejo fúnebre até o canal 6 (Avenida Joaquim Montenegro) onde mora a mãe de Pelé, Celeste Arantes, com o trajeto feito na ida pelo canal 2 e praia e retorno pela praia até o Canal 1, até chegar ao Memorial Necrópole Ecumênica, para o sepultamento, reservado a familiares.

A previsão é de que o corpo chegue ao cemitério às 12h e a cerimônia comece às 14h. Ele será enterrado no mausoléu que fica no primeiro andar do Memorial, homologado há mais de 20 anos como o mais alto cemitério do mundo.

Pelé morreu na última quinta-feira, 29. Seu atestado de óbito apontou insuficiência renal, insuficiência cardíaca, broncopneumonia e adenocarcinoma de cólon como causas da morte. Ele lutava contra o câncer de cólon havia mais de um ano.

fonte:meiahora.com.br

Matheus