Sindicato lamenta morte de agente e espera punição de vereador

Sindicato dos Servidores Públicos do Sistema Socioeducativo do Estado de Mato Grosso lamentou a morte do agente de segurança socioeducativo Alexandre Miyagawa, conhecido popularmente como Japão. O servidor perdeu a vida após ser atingido por tiros do vereador de Cuiabá, tenente-coronel Paccola (Republicanos), no bairro Duque de Caxias, na capital, na sexta-feira (1).

Por meio de nota, o sindicato pontuou que Japão era um colaborador disciplinar e nunca respondeu por nenhum processo administrativo ou judicial.

“Sempre prestou o seu serviço junto ao sistema socioeducativo com lisura, transparência, respeito e dedicação. Durante todo o período em que laborou junto ao sistema socioeducativo sempre se destacou no desempenho de sua função”, cita a nota.

O sindicato também ponderou que acredita no trabalho de investigação em torno do caso servidor e também na punição do vereador. “O sindicato informar, em que pese todas as informações veiculadas a respeito do fato que levou a óbito o servidor, que acredita na seriedade da polícia civil do Estado de Mato Grosso, bem como na justiça e que os fatos que envolvem o crime serão devidamente esclarecidos, levando a responsabilização do envolvido”, diz outro trecho.

Repercussão na AL
O fato também gerou repercussão na Assembleia Legislativa. O deputado João Batista (PP), que é defensor da categoria, externou sentimentos à família. O parlamentar também disse aguardar o desenrolar das investigação.

“Neste momento, preferimos não tirar conclusões precipitadas, vamos aguardar e acompanhar de perto, as investigações até a elucidação dos fatos. Aos familiares e amigos, deixamos os nossos sentimentos de pesar. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de dor imensurável”, escreveu por meio do Instagram.

Câmara de Cuiabá
Já o presidente da Câmara de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB), preferiu não se manifestar, por hora. Através de sua assessoria de comunicação, o chefe do Parlamento Municipal ao qual Paccola faz parte, alegou que só vai comentar o caso na segunda-feira (2).

 

Veja nota na íntegra:

O sindicato dos servidores públicos do sistema socioeducativo do Estado de Mato Grosso, vem a publico informar que na data de ontem, o agente de segurança socioeducativo Alexandre Miyagawa, carinhosamente conhecido entre os amigos por “Japão”, veio a óbito.

O sindicato informa que esta prestando todo o auxílio aos familiares do servidor falecido. O sindicato informa ainda que o servidor Alexandre Miyagawa era um exemplo de Pai, cidadão e servidor. Sempre prestou o seu serviço junto ao sistema socioeducativo com lisura, transparência, respeito e dedicação. Durante todo o período em que laborou junto ao sistema socioeducativo sempre se destacou no desempenho de sua função. Nunca respondeu a qualquer processo administrativo ou judicial. O servidor deixa saudades. O sindicato informar, em que pese todas as informações veiculadas a respeito do fato que levou a óbito o servidor, que acredita na seriedade da polícia civil do Estado de Mato Grosso, bem como na justiça e que os fatos que envolvem o crime serão devidamente esclarecidos, levando a responsabilização do envolvido. Por fim o sindicato se solidariza a família enlutada, pedindo força a Deus para confortar o coração dos familiares e amigos do servidor Alexandre Miyagawa, carinhosamente conhecido entre os amigos por “Japão”.

Matheus