Cuiabá emplaca a segunda vitória seguida e ganha gás em momento decisivo da Série A

A última vez que o Cuiabá tinha emplacado duas vitórias consecutivas aconteceu ainda no primeiro turno, justamente contra Avaí e Botafogo. No momento decisivo do Brasileirão, o Dourado ganha gás fundamental na briga pela permanência na Série A, fora do Z-4 por mais uma rodada e com o DM praticamente vazio.

Para o confronto diante do time carioca, o técnico António Oliveira mandou a campo uma formação com quatro defensores, três jogadores no meio campo e um trio de atacantes à frente – repetindo a estrutura utilizada no triunfo sobre o Avaí.

O zagueiro Joaquim atuou na lateral direita, tendo Jonathan Cafu como ponta no mesmo corredor. Por esse setor, o Dourado conseguiu neutralizar as descidas de Marçal e Jeffinho, lado do campo onde o Botafogo atacava mais, mas consequentemente concedia espaços em maior quantidade na defesa.

E foi exatamente pela direita onde o primeiro gol auriverde foi originado. Com o time armado para sair em velocidade nas transições, Deyverson achou Cafu em profundidade, que cruzou na medida para André Luís empurrar pro fundo da rede. Um gol marcado a partir da estratégia traçada para o duelo.

Antes de largar em vantagem, o Cuiabá cedeu algumas oportunidades ao time da casa. Mais uma vez, Walter foi crucial para segurar o zero no marcador e manter o plano da equipe vivo na partida.

O gol aos 41 minutos do primeiro tempo transferiu a pressão para o lado do time carioca, e ela iria aumentar logo no início da segunda etapa. Deyverson aproveitou escanteio cobrado por Rafael Gava para ampliar e anotar seu sexto gol em 13 partidas do Brasileirão.

O centroavante vai se provando como a melhor contratação do clube para a temporada, conseguindo ter boa média de bolas na rede em um time que pouco cria – o Dourado é o penúltimo em grandes chances criadas na Série A.

Com o segundo gol, a equipe liderada por António Oliveira ficou mais confortável na partida, e poderia ter feito o terceiro com Marcão. Felipe Marques entrou para dar mais velocidade ao contragolpe, e Camilo para auxiliar a proteção na entrada da área.

Antes de vencer o Botafogo, o Cuiabá tinha somado apenas três pontos fora de casa no returno do Brasileirão. Agora o Auriverde aparece em 15º lugar na tabela, com 37, e vai seguir fora da zona de rebaixamento por mais uma rodada, independentemente de resultados paralelos.

Serão mais três decisões até o fim do campeonato, e seguir pontuando é o segredo para alcançar a permanência. O triunfo sobre o Avaí deu a confiança necessária para o time vencer novamente, mas com uma atuação melhor e uma postura menos nervosa em campo.

Na próxima rodada o Cuiabá recebe o Palmeiras. Um duelo complicado, mas que diante do contexto vivido pelo time, deve ser encarado como a partida que pode encaminhar a manutenção na Série A, com o apoio da torcida em mais uma grande decisão.

Matheus