Insatisfeito, Lula dá ordem após EBC chamar golpistas de manifestantes

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nomeou, de maneira interina, a jornalista Kariane Costa para a presidência da EBC (Empresa Brasileira de Comunicação) na noite da última sexta-feira (13). O petista também destituiu toda a diretoria do órgão estatal.

Segundo o Valor Econômico, Lula não gostou nem um pouco da linha editorial escolhida para cobrir o ato terrorista e golpista do dia 8 de janeiro, quando apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL-RJ) invadiram os prédios dos Três Poderes. Os diretores eram ainda do antigo governo.

Boa parte da imprensa tem chamado os bolsonaristas que invadiram o Congresso Nacional, o STF e o Palácio do Planalto de “vândalos”, “terroristas” e “golpistas”. Porém, a EBC vinha os tratando como “manifestantes”. A visão do novo governo é que a empresa estava minimizando o episódio.

O comportamento acendeu o sinal de alerta em Lula, que se mostrou preocupado que a estatal não apenas minimizasse o ato, como adotasse uma postura mais radical. O principal receio era que a empresa propagasse visões antidemocráticas ou fizesse uma sabotagem, interrompendo transmissões da Presidência.

Um dia após o ato terrorista, o jornal da TV Brasil exibiu uma sessão do Congresso Nacional e mostrou uma passagem do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ). O governo Lula entendeu como um “recado” e “provocação” por parte da antiga direção.

Secom vai reorganizar a EBC

Lula ordenou que a Secom (Secretaria de Comunicação da Presidência) reorganizasse a BEC. Pelos próximos 30 dias, haverá um período de transição e bolsonaristas indicados será removidos de postos-chaves.

Kariane, que esteve no gabinete de transição no grupo de trabalho das comunicações, tem a confiança do ministro Paulo Pimenta. Ela terá liberdade para realizar as mudanças que acredita serem necessárias.

A jornalista trabalha há uma década na EBC e foi editora da empresa entre agosto de 2012 até fevereiro de 2014. Ela atuou como repórter de política e agora será presidente interina.

“Aceitei o convite do presidente Lula e do ministro Paulo Pimenta para estar à frente, de forma interina, do processo de transição para a retomada da missão da EBC. Agradeço a confiança! Juntos vamos reconstruir nossa empresa!”, comentou nas redes sociais.

Fonte: IG Política

Matheus