Vereador é cassado por importunação sexual contra servidoras da Câmara

Vereador é cassado por importunação sexual contra servidoras da Câmara

Conteúdo/ODOC – A Câmara Municipal de Campo Verde cassou o mandato do vereador Gregório Dourado Filho (PSB) por quebra de decoro parlamentar, tornando-o o primeiro legislador do município a sofrer essa medida na história. Gregório foi julgado na segunda-feira (13) após ser acusado de importunação sexual contra servidoras do legislativo.

Na votação, a maioria dos vereadores apoiou o relatório da Comissão Processante, que recomendava a cassação do parlamentar. Nove vereadores votaram a favor, houve duas abstenções e apenas o próprio vereador votou contra. Além de perder seu cargo, Gregório também ficará inelegível por cinco anos.

O presidente da Comissão Processante, vereador Neison Costa Lima (PT), lamentou o desfecho, porém expressou confiança no relatório elaborado pelos membros da comissão, afirmando que o fato se trata de uma “situação desagradável”.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Campo Verde, Silvio Pereira (União), afirmou que a defesa do vereador cassado ainda tem o direito de recorrer, ponderando que a decisão do plenário é soberana.

Matheus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *