Anvisa paralisa testes da CoronaVac após voluntário ter reação adversa grave

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) interrompeu nesta segunda-feira, 9, o estudo clínico da CoronaVac, produzida pela empresa chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Buntantan, de São Paulo.

Segundo a agência, houve uma ocorrência de evento adverso grave.

Com a paralisação, nenhum novo voluntário poderá receber a dose.

Outras vacinas já tiveram os testes interrompidos e, uma vez comprovado que o evento relatado não tinha nada a ver com o imunizante, a pesquisa foi retomada.

Em nota, o Instituto Butantan diz que foi surpreendido pela decisão da Anvisa e que está apurando detalhes. “O Butantan informa ainda que está à disposição da agência reguladora brasileira para prestar todos os esclarecimentos necessários referentes a qualquer evento adverso que os estudos clínicos podem ter apresentado até momento”, acrescentou o instituto em nota.

Matheus