Cuiabá acusa PM-GO de agredir seus jogadores.

O Cuiabá usou as redes sociais para acusar a Polícia Militar de Goiânia de agressão a seus jogadores após a derrota para o Goiás na Copa Verde, ontem. O que aconteceu O clube alega que os atletas foram ‘covardemente agredidos pela PM de Goiás após o apito final’. Eles postaram uma foto do rosto de Matheus Alexandre e alegam que o lateral levou um soco no olho de um policial na entrada do vestiário..

O Cuiabá diz ainda que os jogadores foram ofendidos por funcionários do Goiás. O UOL enviou mensagem à PM-GO e atualizará esta matéria assim que receber uma resposta..

O Cuiabá não vai aceitar essa falta de respeito, truculência e abuso de poder e vai tomar as medidas cabíveis e necessárias para que os responsáveis sejam devidamente punidos”..

Cuiabá eliminado O Cuiabá foi derrotado pelo Goiás por 2 a 0, no jogo de volta da semifinal, e foi eliminado na Copa Verde — a equipe do Mato Grosso havia vencido o duelo de ida por 1 a 0. Deyverson ficou apenas dez minutos em campo e foi expulso. Isidro Pitta foi outro do Cuiabá a levar o vermelho. O Cuiabá classificou a arbitragem da partida como ‘vergonhosa’.

A CBF precisa valorizar mais a Copa Verde. Foi solicitado pela nossa Federação, junto ao Wilson Luiz Seneme (presidente da Comissão de Arbitragem da CBF), que fosse enviado um árbitro mais qualificado para apitar a partida, mas escalaram um árbitro do Mato Grosso do Sul. Sem o VAR para auxiliá-lo, o juiz teve interferência direta e causou uma tensão durante todo o jogo, que acabou resultando nesta confusão toda..

Fonte: uol

Matheus