Tribuna expõe projeto de Revitalização do Centro Histórico de Cuiabá

O Projeto de Lei que trata da revitalização do Centro Histórico de Cuiabá, foi apresentado nesta terça-feira (28), durante a tribuna livre na Câmara Municipal.

A matéria obriga a empresa concessionária de energia elétrica Energisa a retirar todos os postes e fiação aérea transferindo para um sistema subterrâneo de cabeamento, embasada nos trabalhos técnicos do Instituto de Planejamento Desenvolvimento Urbano de Cuiabá (IPDU) e uma tese de pós-graduação do economista Luiz Alberto Gomes.

Pós-graduado em gerente de Cidade pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e em políticas públicas e questões ambientais pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Luiz foi convidado  pelo vereador Marcrean Santos (PP) para explanar sobre o projeto de sua autoria.

“Essa propositura vai dar uma nova dinâmica urbanística em Cuiabá e nós temos que aproveitar a nossa história, tanto econômica, social quanto ambiental. Estou defendendo a nossa história, não podemos deixar com que destruam a nossa identidade, isso é super importante para nós todos que moramos em Mato Grosso”, defendeu o economista.

Conforme o inciso 2º do projeto àqueles que optarem por fazer a retirada dos postes e fios aéreos poderão buscar parceria público-privada, observadas as especificações legais e técnicas dos órgãos de controle e fiscalização do município.

Ainda, na justificativa do projeto cita alguns benefícios do serviço. “Evitar interrupção do fornecimento de energia devido a queda de galhos na rede elétrica, ampliação do espaço de circulação nas calçadas com a remoção de postes, além da paisagem ficar com um aspecto de revitalização do Centro Histórico de Cuiabá”.

De acordo Marcrean Santos a revitalização do Centro Histórico é uma demanda antiga da capital. “A ideia é revitalizar essa área central, pois,  existe uma poluição visual muito grande, é um projeto moderno em relação a fiação subterrânea que dá outra qualidade de vida, outro ganho para o comércio, a revitalização do Morro da Luz e de todos os calçadões de toda a área central”, comentou.

A expectativa é que o local fique mais moderno e seguro, completa o vereador. “A segurança é uma questão fundamental para os turistas ali no centro, para os clientes e os lojistas. Estaremos fomentando o turismo na nossa capital, o ganho é para toda a população. Nós cobramos o prefeito e ele fez o compromisso de iniciar a implantação do Centro Histórico de Cuiabá”.

O projeto conta com o apoio da Comissão de Direito Imobiliário e Urbanístico da Ordem dos Advogados de Mato Grosso (OAB/MT) representada pelo presidente Marlon Latorraca. “No que depender da OAB para tentar melhorar a nossa cidade nós faremos o melhor possível, vamos participar das audiências públicas e fazer com que a nossa cidade fique cada vez melhor”, disse.

Secom Câmara

Matheus