Polícia identifica bandidos mortos em confronto com o Bope em MT

A Polícia Militar identificou três dos quatro criminosos que morreram no confronto com o Batalhão de Operação Especiais (Bope) na quinta-feira (10) em Nova Bandeirantes ( a 1.200 km de Cuiabá). Eles tinham passagens pelos crimes de roubo, furto e tráfico de drogas. O grupo é responsável por roubar duas agências bancárias no município no dia 4 de junho.

Romário de Oliveira Batista, de 35 anos, tinha passagens criminais por um furto cometido na Bahia e roubo cometido no estado de Pernambuco em 2011.  Já Maciel Gomes de Oliveira, de 37 anos, conhecido como “Marcio Gordo”, também tinha passagens criminais por furto qualificado, porte ilegal de arma de fogo e roubo em Pernambuco.

Em 2019, ele havia sido colocado em liberdade depois de ter cometido um roubo a banco no estado. Depois do ocorrido, Maciel veio para Mato Grosso onde foi abordado por policiais militares no mês de maio por suspeita de estar envolvido no tráfico de drogas, no entanto foi liberado.

O terceiro criminoso foi identificado como Luiz Miguel Melek, de 40 anos. Segundo a PM, ele é morador do município de Alta Floresta ( a 790 km de Cuiabá) e não tinha passagens criminais. Entretanto, ele tinha um mandado de prisão em aberto contra ele.

O quarto bandido morto no confronto ainda não foi identificado.

Confronto com o Bope

Segundo as informações da PM, uma equipe da Força Tática foi acionada depois que os agentes do Bope avistaram uma caminhonete tentando fugir de uma das barreiras policiais montadas no município na quinta-feira (10). Os criminosos abandonaram o veículo e fugiram para a região de mata.

Logo depois, os agentes do Bope entraram no matagal e conseguiram localizar quatro bandidos, que efetuaram vários tiros na direção dos agentes. Os policiais revidaram os disparos e atingiram os criminosos. A quadrilha foi socorrida até o hospital, no entanto, não resitiu.

Dinheiro recuperado

Os agentes conseguiram recuperar R$ 164,7 mil que havia sido roubado de duas agências bancárias na cidade de Nova Bandeirantes ( a 1.200 km de Cuiabá) no dia 4 de junho. O dinheiro foi encontrado em uma caminhonete usada pelos quatro criminosos.

Matheus