Seja bem vindo ao nosso portal de notícias.

29/02/2024 10:24 am

Sétimo voo com 66 brasileiros saiu de Tel Aviv e segue para o Brasil

O sétimo voo da Operação Voltando em Paz decolou, nesta sexta-feira (2), de Tel Aviv, em Israel, por volta do meio-dia no horário de Brasília. O avião da Força Aérea Brasileira (FAB) KC-390 traz a bordo 69 passageiros e 9 animais de estimação. A previsão é de que o avião pouse no Rio de Janeiro às 13h30 da tarde deste sábado (20).

Entre os passageiros, há três bolivianas – uma mulher e duas filhas – que vieram a pedido do governo da Bolívia. Segundo o Itamaraty, “as cidadãs bolivianas foram incluídas no voo após constatado o não comparecimento de passageiros brasileiros”.

Até o momento, a operação do governo federal repatriou 1.135 brasileiros que manifestaram interesse em sair da região em guerra no Oriente Médio. Outros nacionais deixaram a região em voos comerciais.

Ainda segundo o Itamaraty, o nono voo com a repatriação de brasileiros da zona de guerra deve partir de Tel-Aviv no próximo domingo (22). A expectativa da pasta é de que esse seja o último voo para repatriação de brasileiros de Israel.

“Tendo em conta as condições locais atuais e

a operação regular do aeroporto de Ben Gurion, não se preveem voos adicionais para brasileiros em Israel”, diz a nota.

Há ainda um avião brasileiro estacionado no Cairo, capital do Egito, para atender os cerca de 30 brasileiros que estão na Faixa de Gaza. Eles aguardam autorização para atravessar a fronteira com o Egito. Até o momento, não há acordo para retirada deles.

Fonte: Agência Brasil

Veja também

MUNDO

“Parecia cidade fantasma”, contam brasileiros que chegaram de Israel

MUNDO

Itamaraty diz que impasse para retirar brasileiros de Gaza se mantém

MUNDO

Avião da FAB fará repatriação de brasileiros em Israel

ECONOMIA| MATO GROSSO| MUNDO| NACIONAL

Produção industrial de Mato Grosso cresce 9% em um ano e apresenta melhor resultado no país

MUNDO

Crianças colombianas que sobreviveram à queda de avião são resgatadas

MUNDO

Mundo joga um caminhão de lixo, por minuto, nos oceanos