Nova CNH muda visual, tem tabela de veículos e passa a valer em 2022

Depois das novas placas de padrão Mercosul, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) também ganhará cara nova, além de elementos para reforçar a sua segurança. O novo modelo passará a circular a partir de 1º de junho de 2022 – assim como nas placas, não haverá necessidade de troca imediata.

De acordo com a resolução nº 886 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada em 13 de dezembro, só adotará o novo padrão, inicialmente, quem renovar a CNH, precisar de uma segunda via do documento, alterar dados ou adicionar categoria, além dos recém habilitados. A nova CNH poderá ser expedida por via física, digital ou ambos, à escolha do condutor.

Entre os itens de identificação e segurança, além de fotografia e assinatura, estão novos elementos gráficos com efeitos de fluorescência e reação à luz UV, imagens secretas e hologramas. O QR Code, presente no documento desde 2017, também segue. O código armazenará todas as informações variáveis do condutor, com exceção da assinatura.

Mais uma novidade está na inclusão de letras que identificarão o estágio da Carteira, ou seja, a letra “P” para indicar que o condutor tem permissão para dirigir (como no período inicial da habilitação) e a letra “D” para indicar CNH definitiva. O documento também apresentará um número de registro nacional e outro estadual, e as restrições de cada condutor, como deficiências, serão apresentadas de forma codificada.

Prazo e limite de pontos mantidos

As novidades para a CNH como documento não interferem nas alterações que entraram em vigor em abril de 2021. Ou seja, a Carteira Nacional de Habilitação segue com dez anos de validade e limite de 40 pontos obtidos por infrações.

Também permanecem as novas regras sobre multas que passaram a não pontuar, além de normas para transporte de crianças, utilização de faróis em rodovias e descontos no pagamento de multas. Os detalhes mais importantes sobre a nova legislação podem ser vistos clicando aqui.

Matheus