Programa vai subsidiar entrada de financiamento habitacional, diz presidente do MT PAR

Uma das maiores dificuldades para as pessoas que estão em busca da casa própria é a entrada do financiamento imobiliário, que geralmente é de 20% do valor do imóvel. Ccntudo, o programa Ser Família Habitação, que será executado pela MT Participações e Projetos (MT PAR), juntamente com a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), vai subsidiar a entrada para quem quiser adquirir imóvel pelo programa Casa Verde e Amarela.

“O Governo Federal financia até 80%, mas a grande dificuldade do programa Casa Verde e Amarel são os 20% de entrada. O estado esta viabilizando subsído para abater a entrada e pagar parcela conforme as condições e cada um. Alguns têm FGST, outros financiam com mais parcelas. O grande problema é a entrada, mas estamos viabilizando”, explicou o presidente da MT Par, Wener Santos.

O projeto do Ser Família Habitação foi aprovado em segunda votação pela Assembleia Legislativa na semana passada e agora está com o governador para ser sancionado. “Estamos aguardando os detalhes de como será a parceria com a Caixa Econômica. Tem muitos municípios com áreas para construção das casas e também para atender um público mais carente. Estamos aguardando essa definição via decreto”, informou.

Conforme o Projeto de Lei, a gestão estadual está autorizada a implementar ações para alocar recursos que serão utilizados na construção de 20 mil unidades habitacionais em Mato Grosso. Ainda de acordo com o PL, os subsídios previstos serão estabelecidos por meio de decreto estadual, com base na renda familiar bruta, podendo ser priorizadas pessoas com deficiência, idosos, mulheres vítimas de violência, além e servidores ativos e aposentados.

A MT PAR também poderá desenvolver novos programas, ações e modalidades de sistemas construtivos, podendo atender ainda demandas rurais diretamente ou por meio de parcerias com o setor privado.

Fonte: leiagora

Matheus